16.6 C
Soledade
segunda-feira, 06 de dezembro de 2021

Câmara de Vereadores inova com sistema informatizado

Em mais um passo para gerar eficiência e transparência no trabalho dos vereadores, a Câmara Municipal de Soledade inovou com a adesão ao sistema de gerenciamento do processo legislativo e das votações. O novo formato já foi utilizado na última sessão e traz uma série de benefícios que possibilitam o melhor desempenho nos trabalhos da Casa Legislativa.

Com esse processo eletrônico, a atividade legislativa foi toda informatizada, desde a tramitação dos projetos até a votação da ordem do dia. Para o funcionamento do sistema, foi disponibilizado tablets para serem utilizados pelos vereadores durante a sessão.

Além disso foram instalados dois televisores onde é possível acompanhar todo o processo em tempo real. Essas informações também estarão disponíveis nas transmissões ao vivo que são realizadas pelas redes sociais da Câmara de Vereadores.

Presidente Gustavo Baldissera

O presidente Gustavo Baldissera afirma que a modernização é uma necessidade do legislativo, tendo em vista que o formato eletrônico já vem sendo aderido por diversas Câmaras, a exemplo dos municípios de Pelotas, Canoas, Viamão, Esteio, Alvorada, Passo Fundo, Carazinho, Putinga, Muçum, Luis Eduardo Magalhães, Santa Maria, Frederico Westphalen, Novo Hamburgo e Chapecó. Atualmente, Soledade, Erechim e Cachoeira do Sul encontram-se em fase de implantação.

“O gerenciamento do processo legislativo consiste na tramitação dos projetos de lei e requerimentos da casa, na passagem pelas comissões, na votação e na publicação de todos os atos. O Tribunal de Contas tem sido bastante exigente quanto à transparência no site das Câmaras de Vereadores, e essa modernização é importante porque privilegia a informação para o cidadão, que deve ter conhecimento da pauta e dos vereadores que estiveram presentes e ausentes”, explica.

O método tecnológico adotado pelo legislativo soledadense, segundo Baldissera, compreende uma série de processos e módulos. “Fizemos a solicitação de um software para a gestão e módulo do processo legislativo, processo de administração e protocolo, módulo das sessões plenárias, votações e terminal de votações, e também o módulo do painel das preposições. Tudo isso, após a licitação pública e aberta, tivemos como vencedora a Città Informática, empresa de Marau”, informa o edil.

Gustavo também ressalta que a evolução se faz necessária e que esse novo modelo trará comodidade e transparência ao trabalho dos vereadores. “Nós já temos processos legislativos automatizados em varias Câmaras, sendo que a prefeitura municipal também já buscou a informatização de processos administrativos. Ou seja, várias esferas do governo estão na busca pela modernização, e nós aderimos a forma mais prática e acessível a todos, conciliando a modernização e as necessidades impostas pelas auditorias do Tribunal de Contas, trazendo transparência ao processo legislativo. E isso já acontecia antes, mas não de forma fácil e rápida, que é o que a tecnologia nos proporciona e temos que utilizá-la em nosso favor”, salienta.

Por fim, o presidente pontua que esse novo formato proporcionará mais produtividade ao trabalho dos edis, além de contribuir para o meio ambiente, já que haverá uma economia de papeis, pois os processos serão feitos de forma eletrônica e lançados no sistema. “Quando temos um software, consequentemente temos mais produtividade no trabalho. Por isso, agradeço aos servidores do legislativo que estiveram empenhados nesse processo, pois isso vem para facilitar o nosso trabalho, fazendo com que os cidadãos tenham mais clareza em relação às nossas ações”, conclui.

Destaques

Últimas notícias