19.6 C
Soledade
segunda-feira, 06 de dezembro de 2021

Suplentes assumem cadeiras na Câmara de Vereadores

Na noite de segunda-feira, 18/10, os suplentes de vereador Valquíria Lange Marquette e Felipe Von Helden assumiram vagas na Câmara de Vereadores de Soledade.

Valquíria, do Progressistas, assumiu a vaga do vereador Récio Cappelari, que pediu licença interesse não remunerada por 30 dias.

Ao fazer o uso da tribuna pela primeira vez, ela estendeu agradecimentos a todos que a apoiaram nesta caminhada. “Primeiramente, agradeço a Deus, a minha família, amigos, eleitores e ao Dr. Récio por ter me oportunizado esse momento. Sou funcionária pública e conheço todos os problemas do nosso município, sem críticas à gestão atual, mas se faz necessário uma busca muito maior de recursos para a questão habitacional, pois é uma demanda muito grande e que não estamos conseguindo suprir. Por isso, quero trabalhar para que as coisas aconteçam em Soledade, mas como hoje não pude colocar projetos, na próxima sessão já apresentarei algumas pautas”, destacou a edil.

Já Felipe, do PDT, assumiu no lugar do vereador Ilânio Casagrande Guerra, que está em licença saúde por 15 dias.

Ao comentar sobre o momento, ele afirma que o dia 18 de outubro ficará marcado, pois foi a data em que assumiu uma cadeira na vereança de Soledade. “Esse momento significa muito para mim, e devo muitos agradecimentos a todos que estão me apoiando e incentivando, pois sou novo na vida política, mas contei com a ajuda de muitas pessoas na campanha, que torceram por mim. Foi a primeira vez que me candidatei, onde recebi 309 votos, um número bastante expressivo. Hoje, estou me inteirando dos projetos e do funcionamento da casa, mas em outras oportunidades gostaria de apresentar meus projetos também, pois tenho muitos anseios da nossa comunidade e já trabalhei muito pelo município como professor, e agora quero trabalhar como representante do povo, fazendo com que a nossa passagem por aqui seja representativa. Hoje, o agradecimento é notório e o meu coração está repleto de felicidade”, ressaltou o edil.

ORDEM DO DIA

Na pauta da ordem do dia, os edis votaram e aprovaram as seguintes tratativas:

Pedido de Informação nº 076/2021, de autoria do vereador Lúcio Dias (PT).

Moção de Parabéns nº 077/2021, de autoria do vereador Gustavo Baldissera (PL), para ser enviada à diretoria e funcionários da Fundação Educativa Cristal de Comunicações – Rádio Cristal pelo seu 70º aniversário de fundação que ocorrerá no dia 18 de outubro em reconhecimento aos serviços prestados à comunidade soledadense.

Moção de Parabéns nº 079/2021, de autoria do vereador Roberto da Paixão (MDB), para ser enviada ao servidor municipal aposentado Sr. Jairo Koelder em reconhecimento por mais de 30 anos de serviços prestados à comunidade soledadense no fiel desempenho de suas funções.

Moção de Apelo nº 080/2021, de autoria do vereador Gustavo Baldissera (PL), para ser enviada à Chefe de Polícia do Estado do Rio Grande do Sul, Sra. Nadine Anflor, em apoio a alteração da pontuação estabelecida no Qualificar, programa de modernização da gestão da Polícia Civil e para atribuir aos delitos de maus-tratos aos animais pontuação equivalente a delitos com a mesma pena a abstrato como forma de incrementar a atividade policial nos delitos desta espécie.

Moção de Parabéns nº 081/2021, de autoria do vereador Eli Arruda (PSB), para ser enviada a Sicredi Botucaraí e a Ação Solidária Adventista do Departamento Assistencial da Igreja Adventista do Sétimo Dia, em reconhecimento ao belíssimo trabalho prestado através do projeto Realizando Sonhos com a construção de casas para as famílias carentes desta comunidade, projeto este nascido em conjunto com a ideia do Multirão de Natal que vem sendo desenvolvido em Soledade, já tendo sido construída e entregues quatro casas.

Moção de Apelo nº 082/2021, de autoria do vereador Récio Cappelari (PP), para ser enviada ao Sr. Governador do Estado do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, para que reduza o ICMS sobre a conta de energia elétrica, a qual sabidamente encontra-se excessivamente onerosa, estando quase impossível para os cidadãos economicamente efetuarem o pagamento mensal da sua conta de luz.

Destaques

Últimas notícias