16.6 C
Soledade
segunda-feira, 06 de dezembro de 2021

Martírio sem fim…

Provavelmente todo o gremista lembra com orgulho da famosa Batalha do Aflitos, pois é um feito histórico, de raça, determinação e se fosse apenas uma história, poderia ser um fato inacreditável. Porém, quando lembramos onde isso aconteceu (Série B, 2005) acredito que um frio súbito e aterrorizante sobre pela espinha de todo o torcedor tricolor, porque os últimos jogos do Grêmio têm mostrado um cenário de rebaixamento cada vez mais real e possível.

Quando dos anúncios das contratações, no início do ano, com o retorno do meia  Douglas Costa, do Técnico Tiago Nunes, do surgimento de uma promessa no gol tricolor  do goleiro Brenno, reforçada pela conquista do tetra campeonato Gaúcho, teve o torcedor  a  esperança,  mas  algo  indicava  que  as  coisas  não  iam  bem,  com  a  surpreendente  eliminação  ainda  na  fase  pré-libertadores,  para  o  Independiente  Del  Vale  do  Equador,  após  isso  uma  campanha  irretocável  na  fase  de  grupos  da  Copa  Sul  Americana,  com  certeza deu aos gremistas a expectativa de um ano promissor. 

Só que depois disso, o desempenho da equipe somente degringolou, além de derrotas inesperadas, mais uma vez eliminação para outra equipe equatoriana na Copa Sul Americana, dessa vez para a LDU.  A  campanha  ruim  recorrente  fez  com  que  o  comando fosse trocado,  e chamado Luis  Felipe Scolari, o  Felipão, mas ao contrário de  tempos áureos do clube o mesmo veio com a missão  de não deixar a equipe ser rebaixada  para Série B, porem passados mais de 4 meses da equipe no Z4, o que um dia foi orgulho  quando  vem  à  memória  do  torcedor  gremista  a  histórica  e  heroica  Batalha  dos  Aflitos,  nesse momento passa a ser uma preocupação à medida que cada rodada se finda, o medo, o temor, a angústia parecem não acabar mais, um martírio infinito. 

Com certeza não haverá uma nova Batalha dos Aflitos, pois há coisas que são como lendas, como mitos. Mas por hora, o que o torcedor enfrenta é uma outra batalha, a Batalha da Aflição, pois nunca é só sobre futebol, são sobre coisas da vida, às vezes coisas mais importantes que a própria vida.

- Advertisement -
- Advertisement -

Destaques

Últimas notícias