20.7 C
Soledade
terça-feira, 05 de julho de 2022

A meio mastro!

Assim encerramos o ano de 2021, com o sentimento de luto por saber que a nossa maior empresa encerra suas atividades. Parece que a pandemia nos deixou mais insensíveis, a ponto de algo tão relevante como isso ser aceito com tanta naturalidade, pois em outros tempos, um fato como esse causaria muita indignação.

Como uma empresa que estava tão bem deixa de existir sem mesmo poder se despedir? Nossa cooperativa cinquentenária Coagrisol passará a existir apenas em nossas memórias.

A dor de tantas perdas, como amigos e entes queridos, deve ter contribuído para aceitarmos essa condição, pois não há um movimento de associados, ex-presidentes e líderes dessa comunidade.

Como a doença perversa que assolou a humanidade nessa pandemia, vimos em breves capítulos aquela pujante cooperativa sendo extinta, como aquele que internava e não voltava para o convívio da família.

- Advertisement -

Tão semelhante à doença que exigia isolamento, que atitudes isoladas foram tomadas com a justificativa de que dessa forma não se contaminaria a todos, tendo um prejuízo ainda maior, num discurso de que vão se os anéis, mas se preservam os dedos.

Esse ano sombrio não deixará saudades, pois tão difícil é aceitar que alguém com tanta saúde e vitalidade fosse abatido por essa doença inexplicável, vivenciamos aquela que tanto nos orgulhava, como a nossa maior empresa, uma das maiores do estado, entre as 1.000 maiores do Brasil, deixar de existir.

As perdas são irreparáveis, mas como devemos olhar para frente, pois o novo ano que se achega será maravilhoso e repleto de novidades como a bonança após a tempestade.

Coagrisol, você não deixará de existir como um ente querido que partiu, pois estará sempre viva em nossos corações!!

Destaques

Últimas notícias