18.1 C
Soledade
quarta-feira, 25 de maio de 2022

ENEM inicia neste final de semana com redação

Neste final de semana, acontece o primeiro dia de prova do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). As provas serão aplicadas em dois domingos seguidos: nos dias 21 e 28 de novembro.

Os participantes devem, obrigatoriamente, comparecer aos locais de prova levando documento oficial com foto e caneta esferográfica de tinta preta fabricada em material transparente, bem como fazer o uso da máscara.

No primeiro dia, os candidatos farão, além das provas objetivas de linguagens e ciências humanas, a única prova subjetiva da avaliação, a redação. Nesta edição, o tema será o mesmo, tanto para o Enem impresso quanto para o digital e, em ambas modalidades, o texto deverá ser feito à mão.

Ir bem na redação pode ser um diferencial para o candidato. Para participar de programas como o Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que oferece vagas em instituições públicas de ensino superior, e o Programa Universidade para Todos (ProUni), que concede bolsas de estudo em instituições privadas de ensino superior, é necessário não ter tirado zero na redação.

Com a proximidade das provas, a professora de redação, Andressa de Cassia Silva Backes Perin, recomenda que os alunos tenham calma ao passar a limpo a redação. “Geralmente, a ansiedade em saber o tema oferecido causa apreensão e acabam rabiscando, ou até mesmo deixam linha em branco para incluir título no final e entregam sem concluir, podendo ter um desconto nas competências a ser cobradas. Aconselho a chegarem para executar a prova, ler com calma os temas de apoio, delimitar a frase tema com atenção, fazer suas ideias no rascunho e deixar ao lado por uma questão mínima de hora. A mente irá refrescar, podendo surgir ideias novas para a dissertação e quando tiver certeza de a redação concluída passar a limpo na folha oficial”, destacou.

Andressa também reforça que os alunos devem estar por dentro do que aconteceu nos últimos tempos e de como introduzir tais acontecimentos em uma redação.  “Ler muito, pesquisar o que não tem absoluta certeza, desde autor, lugar ou fato ocorrido. Assim, tenho convicção que o aluno que estrutura uma redação de acordo com as exigências mínimas, que seria a organização das ideias, parágrafos,  períodos, frases teórica e conectivos de ligação não zeram a redação, mas se for desatendo e não ler corretamente a frase tema de acordo e escrever sobre assunto aleatório, com certeza o zero virá,  caso contrário apenas a nota nas competências são descontadas e o sonhado mil deixa de existir. Por isso, é fundamental gravar bem as palavras apresentadas na frase tema, é ali a palavra-chave da dissertação, após ideias surgem com a leitura dos demais textos motivadores”, frisou.

Por fim, a professora pontua que quem deseja ir bem na redação, deve treinar diariamente ou no mínimo semanalmente, corrigindo erros na escrita, procurando sempre evoluir e chegar a nota máxima. “Quem adquire o hábito de escrever, consegue lembrar de assuntos diversos e possui argumentos coesos para incluir em quaisquer temas apresentados, ou seja, escrever sem medo”, concluiu.

Destaques

Últimas notícias