23.4 C
Soledade
quarta-feira, 26 de janeiro de 2022

Cotriel apoia projeto de monitoramento de esporos na soja em Rio Pardo

O Projeto Agro +, iniciativa da Emater/Ascar de Rio Pardo,  Secretária da Agricultura do Município e o Campi do Centro de Ensino Superior Rio Grandense –  Cesurg  de Rio Pardo, que ficará responsável pelas análises e que tem a Cotriel como como apoiadora, disponibiliza um coletor de esporos para a cultura da soja que será monitorado pelas instituições a fim de levar aos produtores  uma informação segura sobre a doença na região. O primeiro coletor foi instalado nesta sexta-feira, 14,  na propriedade de José Osmar Vieira, em Capão do Valo. Participaram do ato o técnico agrícola da Unidade da Cotriel, Uilian Leão e o extensionista da Emater,  Felipe Barbieri e a estagiária Suellyn Pappin.

Matias Streck, chefe do escritório da Emater em Rio Pardo enfatizou que o objetivo da iniciativa é implementar ações ainda mais precisas para o produtor, que mesmo em um momento de falta de chuvas precisa estar atento ao que acontece em sua lavoura.

Para Uilian Leão, técnico da Cotriel em Capão do Valo, monitorar esporos é fundamental em todos os momentos da safra de soja, mesmo quando não está sendo possível pulverizar a lavoura, devido à ausência de precipitações: “A Cotriel está apoiando, pois tem o conhecimento deste monitoramento e a parceria com as demais entidades públicas e privadas visa unir forças para que o nosso associado da região fique bem assistido e consiga agir contra a ferrugem da soja de uma forma ainda mais rápida”, encerrou.  

As lâminas ficarão instaladas até o final da safra, em março, quando serão retiradas e analisadas, com o seu resultado sendo amplamente divulgado em todas as mídias da Cotriel e demais apoiadores do Agro+.

Destaques

Últimas notícias