Semana Farroupilha

Eleita nova patronagem


Os sócios do CTG Querência do Botucaraí estiveram reunidos na noite da segunda-feira, 17/09, quando na ocasião elegeram o casal de patrões que irá gerir as atividades da entidade entre 2018 e 2019. Após as conversações entre os membros que compõem a sociedade, a escolha foi efetuada por meio de votos em que na sua maioria optaram por Paulo Sérgio Saraiva e sua esposa Elizabeth da Silva Vaz em assumir a gestão da entidade. Os vices são Wili Helfenstein e Íria da Silva Blein.

Na oportunidade, houve inclusive a escolha do novo Conselho de Vaqueanos formado pelo casal de primeiros conselheiros: Miguel da Silva e Cleci G. da Silva. Segundos: Vanderlei Turela dos Santos e sua esposa Sandra Furini. Terceiros conselheiros, Gilberto dos Santos Knopf e Cristiane Ferreira Knopf. Os demais integrantes como Porteiro de Rancho, Agregado das Pilchas, Patrão Campeira, Patrão da Artística, Chefe de Cozinha, Chefe da Churrasqueira e Responsável pelo Departamento de Esportes serão elencados conforme as diretrizes do novo casal de patrões.

Conforme Paulo Sérgio Saraiva, novo patrão, esta não é primeira vez que assume a chefia do Centro de Tradições Gaúchas, já foi patrão durante os anos de 2004/2005 e 2009/2010. “É sempre uma emoção assumir a responsabilidade, me criei no tradicionalismo, é algo que gosto e aprecio e devemos buscar a manutenção dos usos e costumes gaúchos e inicia principalmente com as crianças e jovens”, ressaltou. Paulo almeja dar continuidade as invernadas artísticas que compõem a entidade. Hoje duas estão com suas atividades contínuas a mirim e a juvenil. Ao longo de sua gestão pretende criar mais uma.

Além disso, Saraiva deseja algumas melhorias na infraestrutura do Querência do Botucaraí, como por exemplo a construção de mais um banheiro na cozinha do CTG.

Para sua esposa Elisabeth da Silva Vaz, só se muda o cargo daqui pra frente, pois os trabalhos continuam os mesmos. Beth como é mais conhecida, sempre atuou na entidade, desde que a mesma foi fundada. “Esse é um trabalho voluntário e que gostamos de fazer, por isso do envolvimento, tudo para não deixar a cultura do Rio Grande do Sul morrer”, salientou.

O CTG Querência do Botucaraí hoje conta com aproximadamente quinze casais associados, contudo que estão presentes assiduamente são em torno de seis.

O jantar de posse da nova patronagem ainda não possui uma data marcada.