Notícias

Prefeitos da Amasbi se reúnem em Soledade

Repasses na área da saúde, Consulta Popular e o possível fechamento de órgãos do Governo do Estado na Região estiveram na pauta.

Por Assessoria de Imprensa

Os prefeitos que integram a Associação dos Municípios do Alto da Serra do Botucaraí – Amasbi, estiveram reunidos na sexta-feira, 08/03, na sede da entidade em Soledade. Durante o encontro diversos assuntos foram discutidos entre os gestores municipais presentes, com destaque para a avaliação da Assembleia de Verão da Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul - Famurs, que foi realizada de 20 a 22 de fevereiro em Torres/RS.

A principal preocupação apontada pelos prefeitos que estiveram em Torres é em relação aos repasses da saúde, onde esteve presente o Governador do Estado, Eduardo Leite, o qual se comprometeu em regularizar os repasses a partir deste mês de março. No entanto, em relação ao passivo do governo anterior não existe previsão de pagamento.

“A situação preocupa todos os prefeitos da região, pois mesmo com o aceno da regularização dos pagamentos a partir deste mês, ainda existe o receio se o Governo Leite conseguirá honrar esse compromisso”, afirmou o presidente da Amasbi e prefeito de Mormaço Rodrigo Jacoby Trindade.

Além dos repasses da área da saúde, os prefeitos também estão preocupados com o atraso do pagamento de recursos da Consulta Popular. “Conversei com um assessor do Deputado Eduardo Loureiro, que segundo ele, extraoficial, houve uma reunião com o secretário da Casa Civil, e talvez esses recursos de 2017 poderão ser pagos ainda no mês de março”, comemorou o prefeito de Tio Hugo, Gilso Paz.

Outro ponto que preocupa os prefeitos da região é o possível fechamento da 25ª Coordenadoria Regional de Educação, Emater Regional e Exatoria da Receita Estadual. Segundo o prefeito de Soledade, Paulo Ricardo Cattaneo, é preciso que os representantes do Alto da Serra do Botucaraí se mobilizem para que isso não aconteça.

“Precisamos dar uma resposta para a sociedade e mostrar ao Governo do Estado da importância destes órgãos na região e que os mesmos continuem funcionando. Eu como prefeito enviei um ofício para que isso não aconteça. A Amasbi e Associação das Câmaras de Vereadores do Alto da Serra do Botucaraí - Avasb sabemos que já fizeram isso também, mas temos que marcar uma audiência e ir até Porto Alegre para ver como está essa situação”, pontuou Cattaneo.

Ainda durante o encontro foi feito o encaminhamento para a indicação dos representantes da Amasbi no Conselho de Dirigentes Municipais do Meio Ambiente – COMDIMMA / Famurs, Conselho dos Secretários Municipais da Fazenda e Finanças – CONSEFF / Famurs e do Colegiado Estadual de Gestores Municipais de Assistência Social – COEGEMAS / Famurs.

A próxima reunião da Amasbi acontece no dia 20/03, a partir das 19h, na sede da Associação dos Funcionários do Município de Mormaço – AFUMOR. Na oportunidade haverá a participação de representantes da Caixa, que irão apresentar as novas opções em linha de créditos para os municípios. Após isso será realizada a Assembleia Geral Ordinária para a escolha do novo presidente da Associação.