Notícias

Fabiane é a primeira mulher a assumir 24ª Regional de Polícia

Por Jackson Gonçalves

Desde 1º de maio de 2019, Fabiane de Vargas Bittencourt assumiu a 24ª Delegacia Regional de Polícia, em Soledade. Em entrevista à imprensa, ela aprontou qual deve ser o trabalho desenvolvido. “São muitas informações, estamos tomando conhecimento de todos os dados”, relatou citando que pretende desenvolver investigações especializadas, e atuar no combate de drogas e de violência doméstica.


Primeira mulher a assumir a 24ª Regional


Fabiane comentou sobre o fato de ser a primeira mulher a assumir a 24ª Regional de Polícia “é uma honra assumir essa posição. Eu já tinha feito essa análise que Soledade e região não tinham contado com participação de mulheres como delegadas, somente como policiais. É um desafio e uma novidade para a cidade. Eu acho que hoje a mulher tem imposto uma dinâmica diferente, mais humanizada”, revelou a autoridade policial.


Breve histórico


Fabiane Bittencourt é natural de Cachoeira do Sul/RS. Entrou na polícia em 2008. Ficou seis anos em Caçapava do Sul. Depois seguiu para a Força Nacional, onde atuou por, aproximadamente, dois anos em operações em Alagoas e Goiânia/GO. Logo após, retornou para a sua cidade natal. Durante esse período, realizou outros trabalhos na Força Nacional, bem como, nas olimpíadas em 2016 e no setor de ensino. Em 2017, assumiu a delegacia de Tapes/RS por um ano e meio.


Palestras educativas na região


A delegada falou que pretende abrir uma agenda para dar palestras em escolas de Soledade e da região para falar sobre drogas e violência. “Quero fazer um trabalho preventivo que é fundamental, de conscientização das próprias vítimas, da comunidade como um todo. Quem sabe a gente consiga melhorar a situação, reduzir os números, é o que esperamos”, pensou.


Organização dos trabalhos


Em relação à divisão dos trabalhos, Fabiane disse que, ao todo, são 11 delegacias na região e três delegados. “A responsabilidade de um é de todos. Se acontecer um homicídio em qualquer local da região, podem ter certeza que não terá um delegado, mas três delegados imbuídos em auxiliar”, afirmou Bittencourt.


Experiência na área


A delegada lembrou que quando trabalhou em Maceió/AL, a capital era a 1ª cidade com mais homicídios do Brasil e 5ª do mundo, onde ela coordenou uma operação com 90 policiais da Força Nacional de todo o Brasil. “Acredito que Soledade é uma realidade mais tranquila das que já passei. Tive experiências de criminalidades bastante intensas, mas acredito que aqui seja mais branda”, aduziu.

Sobre a experiência na área policial, Fabiane também frisou “hoje, minha experiência nesses 11 anos de trabalho é bem vasta. Isso é positivo para realizar enfrentamento em todas as áreas. O delegado do interior atua em diversos tipos de crimes. Na minha carreira eu atuei muito no combate ao tráfico de drogas, violência contra a mulher e crimes de homicídio”, concluiu.


Especializações


Fabiane fez especialização na Polícia Civil em investigação e o trabalho final de conclusão de curso foi focado na violência contra a mulher, bem como, o descumprimento de medida protetiva. “Eu ministro aulas na Força Nacional sobre o tema e dia 30 de maio vou ir à Brasília/DF dar palestra para cerca de 300 policiais militares, civis e bombeiros sobre violência doméstica e feminicídio”, declarou ela dizendo que está fazendo mestrado em criminologia.


Continuidade do trabalho


Sobre dar continuidade ao trabalho que o delegado Jader Ribeiro Duarte realizou em Soledade, Fabiane frisou “o Jader é um grande colega e profissional, é muito comunicativo, tem uma boa relação com a comunidade, com os agentes, ele gosta da parte de investigação. A minha expectativa é de chegar ao mesmo carinho e carisma que ele teve aqui. A responsabilidade de substituir é maior em vista dos trabalhos que já foram feitos”, concluiu.