Artigo

Relacionar-se é uma arte

Por Padre Ezequiel Dal Pozzo

Relacionar-se é uma arte


É impressionante como os relacionamentos dão trabalho. Não é fácil se relacionar com

o vizinho, com o namorado, namorada, esposo, esposa... Relacionar-se e conhecer o outro

exige uma grande dose de disposição. Não é fácil se relacionar com o esposo ou com a esposa

porque se faz necessário conhecer um pouco do universo masculino e feminino, para

compreender determinadas reações. Não é fácil se relacionar com o chefe; muitas vezes ele

também tem as suas questões mal resolvidas, as suas inseguranças, o seu orgulho, as suas

cobranças, enfim, não é fácil se relacionar com os outros. Mas uma boa maneira de começar, é

tentando se colocar no lugar do outro, enxergando as coisas pela ótica do outro, a partir do

modo como ele as percebe, com os valores morais e até mesmo com a herança cultural dele.

Tentar penetrar no sentimento do outro é o primeiro passo para atingir a

compreensão e, a partir daí, quem sabe, até ajudar. Mas para que isso aconteça, a iniciativa

tem que ser tomada por alguém e esse alguém pode ser você, pode ser eu. Há tantos

sentimentos desconhecidos em nós, tantos medos escondidos, tantos traumas não revelados,

tantos mistérios não desvendados. Algumas pessoas, porém, parecem ser mestres em tornar a

vida ainda mais complicada do que ela já é. Viver exige sabedoria e discernimento, e requer a

prática da capacidade de ver as coisas com clareza para tomar decisões acertadas. Viver exige

coragem para encarar o sofrimento com esperança e, para tanto, é preciso ter vontade de

recomeçar sempre, mesmo quando tudo parece desalentador e sem vida.

Muitas pessoas estão sofrendo por relacionamentos que terminaram. O sofrimento

também é importante, não pule etapas, pois a vida nos cobra as nossas pressas. Curta a sua

dor, viva a sua solidão. Há um tempo para cada coisa, diz a Sagrada Escritura. Tempo de

chorar, tempo de sorrir, tempo de andar, tempo de parar, tempo de plantar e colher, tempo

de falar e silenciar. Viva cada etapa de sua vida e de seu tempo. Por isso, amigo leitor, desejo

que você tenha sabedoria nos seus relacionamentos. Viva. Aprenda a viver. Esteja aberto a

tudo o que acontece. Experimente tudo e, também, ofereça a Deus tudo o que acontece.

Deus abençoe.


Padre Ezequiel Dal Pozzo

contato@padreezequiel.com.br