Notícias

Rio Grande do Sul tem primeira morte provocada pelo coronavírus

Por Assessoria de Imprensa

O Rio Grande do Sul registrou, na noite de terça-feira, a primeira morte provocada pelo novo coronavírus, ocorrida em Porto Alegre. A informação foi confirmada primeiramente pelo prefeito da Capital, Nelson Marchezan Jr., em seu Twitter. A vítima é uma idosa de 91 anos, que estava na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital Moinhos de Vento. De acordo com o secretário municipal da Saúde, Pablo Stürmer, a senhora foi internada ainda ontem, já em estado gravíssimo.

"O caso ratifica a gravidade da pandemia, a necessidade de adoção de medidas de isolamento social por todos, em especial dos idosos", comentou o titular da pasta. Essa é a 47ª fatalidade pela Covid-19 em território nacional – em seu último boletim, o Ministério da Saúde confirmava 46 mortos, 40 em São Paulo e seis no Rio de Janeiro.

"Lamentamos muito, esperamos que nossas medidas possam evitar que isso seja uma constante em nossa cidade", comentou Marchezan."Precisamos de todos. Isso não é uma questão jurídica, ideológica. É uma questão fática e de saúde", frisou o prefeito, que apontou outros oito pacientes internados em UTI na cidade com infecção confirmada pelo novo coronavírus.