Entrevista

Páscoa, momento de reflexão e ressignificação

Por Informativo Regional

Páscoa, momento de reflexão e ressignificação

Por Informativo Regional

Foto: Tripop

As ruas de Soledade estão quase vazias. Atípico para a essa época do ano. Conhecida por ter uma das programações pascal mais tradicionais do Alto da Serra do Botucaraí, o Município sente ainda mais o impacto do coronavírus.

Atividades estavam sendo organizadas e programadas. Soledade comemoraria, mais uma vez, essa data tão importante e feliz. Tudo foi cancelado antes mesmo de iniciar. Conforme a diretora do Departamento Cultural de Soledade, Thais Bedin, desde o início do ano já estavam sendo elaborados os projetos e festividades em alusão a Páscoa.

“O Departamento Cultural sente-se triste em não poder realizar as atividades comemorativas do Município, assim como vínhamos realizando todos os anos. Infelizmente, neste ano, não será possível realizar. Sabemos que é um momento difícil para todos e que podemos ressignificar essas comemorações unindo nossos pensamentos e orações a nossa comunidade, ao nosso país, a todo o mundo”, salientou Thais.

Segundo ela, em 2020, além da decoração estava sendo elaborando as atividades que ocorreriam na semana que antecede a páscoa, através de cinema, teatro, contação de histórias entre outras. “Mas assim que tudo isso passar, temos a certeza que momentos como esses terão seu significado mais fortalecido na celebração da vida”, enfatizou Bedin.

A diretora afirmou que a cultura é parte fundamental da nossa cidade. “As ações realizadas pela Administração Municipal através do Departamento Cultural impactam diretamente na sociedade, seja pelo trabalho que vem sendo realizado com as oficinas ou mesmo pelas ações e eventos que são promovidos, que muito além de alegria, entretenimento e bem estar promovem informação e conhecimento. Sem contar na promoção do turismo”, aduziu ela.

“Sentimos muito por esta situação onde não teremos estes movimentos culturais na cidade por um tempo, mas é claro que sabemos que agora é um momento difícil de enfrentamento a essa pandemia especialmente para os profissionais da área da saúde. Esperamos que esse momento passe o quanto antes e logo tudo volte à normalidade e que possamos sair dela melhores do que antes”, ressaltou Thais.

Por fim, ela informou que enquanto está situação estiver instaurada, os professores do Departamento Cultural estão em contato com os alunos através das redes sociais praticando e incentivando os mesmos a pensar e produzir arte e cultura.