Notícias

AMASBI defende que manutenção do modelo de distanciamento controlado deve permanecer com o Estado

Por Assessoria de Imprensa

Por ampla maioria de seus prefeitos, a Associação dos Municípios do Alto da Serra do Botucaraí (AMASBI) defende que a manutenção do sistema de distanciamento controlado deve permanecer com o governo estadual. Em reunião por videoconferência, na quinta-feira, 30/07, os prefeitos debateram sobre a proposta do governador de ampliar a participação dos municípios na gestão do modelo.

O presidente da AMASBI e prefeito de Ibirapuitã, Rosemar Hentges, explicou que, após dialogarem, os prefeitos concluíram que o Estado possui maior suporte técnico para definir a bandeira de cada região. “Para a maioria dos prefeitos, os municípios não possuem amparo técnico e dados suficientes para tomar tal decisão. Além disso, esse trabalho exigiria a participação dos profissionais da saúde dos municípios, os quais já estão sobrecarregados pelo trabalho exigido no combate à pandemia”, ressaltou.

Ainda, a associação acredita que com a decisão nas mãos do Estado o enfrentamento seguirá de forma uniforme, com parâmetros e critérios únicos. Para a entidade, a pulverização e diversidade de protocolos, decisões e procedimentos, ao contrário de auxiliar no combate da pandemia, resultarão em ainda mais confusão e dificuldade de fiscalização e fixação de rotinas.

A associação encaminhou um documento para FAMURS com sua posição, o qual será repassado para o governo do Rio Grande do Sul.