Notícias

A arte de ensinar através da pizza

1º Pizza da Geminha e o universo das possibilidades

Por Keilly Camargo

Os pequenos alunos da Escola Municipal de Educação Infantil Gema Laner Ghislene de Espumoso estão tendo aulas diferentes, saborosas e muito criativas. Isso, porque o educandário está realizando a primeira edição da Pizza da Geminha durante os dias 12 e 16 de julho.

A iniciativa faz parte do programa A União Faz A Vida da Sicredi Espumoso RS/MG e tem envolvido toda a escola, desde o Berçário até a do Nível B, onde cada turma tem a responsabilidade de elaborar alguma atividade que engloba o tema da pizza.

Conforme a diretora Maiara Werner Canova, as pizzas estão sendo comercializadas no valor de R$25 reais, onde a pessoa adquire o cartão antecipadamente, escolhe o sabor e pode retirá-la ao longo dos dias. Para essa semana, através da quantidade de cartões vendidos, foram produzidas 200 pizzas, com sabores de calabresa e strogonoff de carne e frango, onde todos os profissionais da escola participaram com doações de ingredientes e as pizzas foram feitas pela própria equipe diretiva.

A Pizza da Geminha tem o propósito de arrecadar recursos para a escola, já que em virtude da pandemia, ficou impossibilitada de realizar festividades e eventos. Toda a lucratividade arrecadada será investida em melhorias e projetos para o educandário, visando oportunizar um espaço cada vez melhor aos alunos.

A ideia para o projeto surgiu mediante a curiosidade das crianças em relação aos ingredientes e a forma de se fazer uma pizza. “Estávamos pensando em uma forma diferente de arrecadar recursos, onde tivemos diversas conversas, e em uma delas, enquanto as crianças estavam lanchando, começaram a interagir com as professoras, questionando sobre os sabores e a forma de fazer uma pizza. Nesta interação, entre os alunos e os professores, percebemos que o assunto era algo que eles gostavam e o do interesse deles e tivemos a ideia de abordar esse tema para o projeto. Isso é o que faz a iniciativa ter um propósito, pois o projeto em si já desenvolve muitas competências e habilidades na criança, mas quando parte delas, é diferente, o processo de aprendizagem se constrói de forma lúdica e prazerosa.”, reconheceu a diretora.

Para o projeto, a escola pretende ensinar as crianças maiores a produzir a massa de pizza, envolvendo todos os profissionais que atuam no educandário. “Para esse projeto, vamos chamar um padeiro para fazer as pizzas e ensinar as crianças, já que a curiosidade partiu delas. Da mesma forma, vamos realizar o Restaurante da Geminha, onde o padeiro vai ensinar as crianças e cada uma vai receber uma massa de mini pizza para escolher o sabor e produzir a sua pizza preferida. Faremos em todas as turmas, e provavelmente será na próxima semana, assim se constrói os seis direitos de aprendizagens e desenvolvimento conforme a BNCC, de forma lúdica e significativa”, complementou Maiara.

As atividades envolvendo pizzas contribuem na formação das crianças, ajudando-as a desenvolver todas as habilidades, inclusive, a curiosidade. “Esse trabalho se tornou bastante interessante, uma vez que eles perguntavam os ingredientes, sabores, formas como e do que eram feitas as pizzas, principalmente os alunos das turmas maiores, que estão pedindo em casa receitas e produzindo livros de receitas. Para as turmas dos menores, estamos desenvolvendo o mesmo projeto, mas de forma lúdica, com tapete sensorial em forma de pizza, em que as crianças manuseiam e exploram os diferentes elementos da natureza e as sensações. Assim, conforme a faixa etária, desenvolvemos um tipo de atividade, que depois iremos expor na escola”, salientou.

Por fim, a diretora pontua o apoio e parceria da comunidade escolar com o projeto desenvolvido pela escola. “O valor arrecadado contribuirá muito com a nossa escola, nos possibilitando ofertar mais conforto às crianças, já que investiremos em melhorias para eles”, finalizou


Fotos: Divulgação