21.3 C
Soledade
quarta-feira, 25 de maio de 2022

Hospital Frei Clemente recebe R$ 2,8 milhões para reforma da UTI

Recurso foi entregue pelo Governador Ranolfo, a secretária Arita Bergmann e o deputado Clair Kuhn

O governador Ranolfo Vieira Júnior, a secretária de Saúde do Estado do Rio Grande do Sul, Arita Bergmann, e o deputado estadual Clair Kuhn estiveram visitando o Hospital de Caridade Frei Clemente de Soledade na tarde de sexta-feira, 29/04.

Ainda, estiveram presentes na oportunidade, a prefeita Marilda Borges Corbelini e demais autoridades municipais e regionais, o presidente do hospital Carlos Alberto Rocha e colaboradores, o diretor do Fórum de Soledade José Pedro Guimarães, o Promotor de Justiça Bill Scherer e o administrador do hospital, Adairto Forti.

Secretária Arita Bergmann

Durante a visita, o governador realizou a entrega de um valor de R$ 2,8 milhões para reforma da UTI. Ao falar sobre o momento, a secretária Arita comentou que o Frei Clemente teve e tem um papel fundamental de referência regional no período de pandemia. “Esse hospital foi um case de sucesso no enfrentamento à Covid-19”, destacou.

Ela ainda ressaltou que o Governo do Estado está investindo R$ 2,8 milhões no hospital para qualificar a estrutura física da UTI, que foi aberta numa emergência e funcionou muito bem. “Esperamos muito em breve o início das obras para poder celebrar essa grande conquista de Soledade e região, sendo que 10% do valor total do Avançar está aplicado na 6ª Coordenadoria de Saúde. Essa região tem sido valorizada pelo Estado, pois aqui os prestadores de serviço se qualificam, estão prontos para ampliações e gerando resultados concretos junto à população”, afirmou Bergmann.

Presidente Carlos Alberto Rocha

Já o presidente Carlos Alberto Rocha informou que o hospital é uma entidade de natureza privada e filantrópica, fundada em 27 de março de 1938. Sem fins lucrativos, possui 117 leitos clínicos e pronto-socorro24 horas para urgências e emergências. “Desde o início da pandemia, o nosso hospital assumiu a responsabilidade de fazer funcionar uma UTI Covid-19, então, esse é o momento para agradecer todos aqueles que colaboraram ao longo do tempo para o bem deste hospital, agradecer aqueles que trabalharam e foram dedicados para a sua existência.  Colaboradores, diretores, técnicos e agentes políticos, e não podemos deixar de agradecer ao deputado Clair Kuhn que levou o nosso projeto da UTI em mãos para ser protocolado junto ao programa Avançar. Agradecemos ao governo por tudo o que nos proporcionaram, podem sempre contar conosco”, disse.

Paciente Pablo Sabadin

O paciente Pablo Sabadin, que foi atendido na UTI do Hospital Frei Clemente, deixou seu depoimento sobre o período difícil em que contraiu o vírus e foi atendido pela casa de saúde. Ele ficou 31 dias na UTI, passando oito dias em coma entubado e teve 82% dos seus pulmões comprometidos. “Agradeço aos médicos e pessoas envolvidas pelo comprometimento em salvar vidas. Cada centavo que o governo aplica em saúde, ele aplica em salvar vidas, e eu sou um exemplo de uma vida que foi salva graças a esses investimentos”, reconheceu.

Deputado Clair Kuhn

O deputado Clair Kuhn também deixou seu depoimento. “Esse valor repassado não é nada comparado a uma vida. Juntos, com certeza podemos mais. Ações como essa trazem dignidade, saúde, qualidade de vida e esperança em dias melhores”, salientou.

Prefeita Marilda Borges Corbelini

A prefeita Marilda Borges Corbelini também agradeceu a ajuda e apoio do governo. “Esse governo está fazendo a diferença, por isso a nossa gratidão. O hospital não é importante só para Soledade, ele é importante para o Alto da Serra do Botucaraí. Temos a certeza que salvamos a vida de muitos soledadenses e de moradores da região, de todas aquelas cidades que recorrem ao nosso hospital”, complementou.

Governador Ranolfo Vieira

Por fim, o governador Ranolfo saudou a todos presentes e contou um pouco sobre o projeto Avaçar pelo Rio Grande – O Governo na Comunidade, pois em razão da Exposol, a sede do Rio Grande do Sul foi instalada em Soledade. “O governante tem que estar o mais próximo possível da comunidade, nós não admitimos que um governante fique dentro de um gabinete, restrito ao Palácio Piratini nesses momentos, como hoje, um momento de interagir com a sociedade e comunidade. O segundo propósito é fazer entregas como essa no hospital, e também é uma forma de prestigiarmos esses grandes eventos, esses municípios e dois setores que foram prejudicados com a pandemia, os eventos e turismo. Estamos em um momento de celebração, um momento que o Estado jamais viveu”, concluiu.

Destaques

Últimas notícias